Facebook RSS Twitter
Seja bem-vindo! Hoje é Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018.
RELEASES

Governo do Estado dobra verba destina às Santas Casas e hospitais filantrópicos para 2014

Na manhã desta quarta-feira (11), foi realizado o lançamento do Programa de Auxílio às Santas Casas e hospitais filantrópicos do Estado de São Paulo. O evento reuniu representantes de dezenas de instituições no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo, e contou com a presença do diretor-presidente da Fehosp, Edson Rogatti, compondo a mesa cerimonial ao lado do governador Geraldo Alckmin, do secretário estadual de Saúde, David Uip, e do presidente da Alesp, Samuel Moreira.
 
O secretário David Uip explicou sobre a divisão em três níveis: os hospitais estruturantes, aqueles de alta complexidade, os hospitais estratégicos, ou seja, os de média complexidade, e os de apoio, que ficarão na retaguarda com menos de 50 leitos. “A inovação desse projeto é o que chamamos de qualificação do paciente, para que a pessoa que necessita de atenção primária, não vá procurar atendimento em um hospital de alta complexidade. Uma estruturação de inteligência e competência, feita pela primeira vez no Brasil, com um rígido sistema de controle de qualidade, para acabar com o paciente itinerante”, explicou.
 
Em seu discurso, o governador Geraldo Alckmin enalteceu o setor. “Esse projeto é para retribuir com gratidão e reconhecimento o que as Santas Casas sempre fizeram pela Saúde sozinhas. Somos o único Estado no Brasil que põe verba para custeio. Em 2013 foram R$ 230 mi e em 2014 serão R$ 535 mi”, afirmou. “Hoje estamos aqui para celebrar mais uma conquista para os filantrópicos. Que não poderia ter vindo em melhor hora. Essa verba é um alento para nossas entidades nesse fim de ano e nos trará certamente um novo ano com mais otimismo e esperança”, acrescentou o diretor-presidente da Fehosp.
 
De acordo com Edson Rogatti, o impacto dessa verba é significativo para as instituições. “Para os hospitais estruturantes o impacto gira em torno de 70% do seu faturamento, ou seja, se a instituição recebia R$ 1 mi no ano, agora receberá R$ 1 mi e 700 mil. Para os hospitais estratégicos o índice fica perto dos 40%, e os de apoio ficam entre 6 e 10%”, registrou. “Agora só nos resta aguardar a portaria. Está previsto que a partir de janeiro as entidades já comecem a receber os recursos”, finaliza.
 
Também participaram do encontro mais de quinze prefeitos, diversos secretários de Estado e deputados estaduais, entre eles Itamar Borges, Célia Leão, Mauro Bragato, Pedro Tobias, Ulisses Tassinari, Chico Sardelli, Jorge Hato, entre outros.

Pense antes do BOM DIA GRUPO
Filosofando sobre a conduta no "Whats"   [...]
Jornalista da Predicado colabora em reportagem da revista Gestão & Negócios
A jornalista Carolina Fagnani, diretora executiva da Predicado Comunicação Empresarial foi conv [...]

55 11 4930-2006
predicado@predicadobrasil.com.br

Avenida Imperatriz Leopoldina, 263
Sala 14 - Nova Petrópolis
CEP 09770-271
S. Bernardo do Campo – SP

Atendimento: segunda a sexta-feira,
das 9h as 18h

Predicado © 2013, Todos os direitos reservados.  | Política de Privacidade | Direitos Autorais | Fale Conosco