Facebook RSS Twitter
Seja bem-vindo! Hoje é Terça-feira, 13 de Novembro de 2018.
RELEASES

Capitais brasileiras reúnem 370 mil usuários de crack, aponta pesquisa

Para presidente da ABEAD, é necessária política de drogas mais eficaz e um controle de oferta rigoroso
 
Os usuários de crack somam 370 mil pessoas nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal, segundo a pesquisa Perfil dos Usuários de Crack e/ou Similares no Brasil, divulgado na última quarta-feira (19/09) pelos ministérios da Justiça e da Saúde. A proporção do consumo do crack em relação ao uso total de drogas ilícitas (com exceção da maconha) também apresenta variações entre as regiões. Enquanto nas capitais do Norte, as drogas representam 20% do conjunto de substâncias ilícitas consumidas, no Sul e no Centro-Oeste o produto corresponde a 52% e 47%, respectivamente.
 
O levantamento mostra que 14% dos usuários são menores de idade, indicando que cerca de 50 mil crianças e adolescentes usam regularmente essa substância nas capitais do país. Ainda assim, a predominância é de adultos jovens dependentes, com idade média de 30 anos, sendo 78,7% homens. Além disso, a maior parte dos casos tem baixa escolaridade – duas em cada dez pessoas cursaram ou concluíram o ensino médio.
 
Outro dado que preocupa os especialistas é em relação à contaminação pelo vírus HIV entre os dependentes químicos, que é oito vezes maior do que na população em geral. Enquanto no grupo das pessoas que consomem regularmente a droga ilícita a prevalência é de 5%, no conjunto dos indivíduos brasileiros é de 0,6%.
 
A psiquiatra e presidente da ABEAD (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas) acredita que é necessária uma política de drogas mais eficaz. “É preciso implementar uma prevenção com foco no adolescente, voltado também para drogas lícitas, como álcool e tabaco. Além disso, um tratamento baseado em evidências científicas a partir da atenção primária de saúde e um controle da oferta mais rigoroso são importantes”, ressalta.
 
Para fazer o estudo, foram ouvidas, em casa, entre março e dezembro de 2012, 25 mil pessoas, que responderam a questões sobre as características das pessoas que integram suas redes de relacionamento. Entre as perguntas, havia algumas focadas especificamente no uso do crack.

Pense antes do BOM DIA GRUPO
Filosofando sobre a conduta no "Whats"   [...]
Jornalista da Predicado colabora em reportagem da revista Gestão & Negócios
A jornalista Carolina Fagnani, diretora executiva da Predicado Comunicação Empresarial foi conv [...]

55 11 4930-2006
predicado@predicadobrasil.com.br

Avenida Imperatriz Leopoldina, 263
Sala 14 - Nova Petrópolis
CEP 09770-271
S. Bernardo do Campo – SP

Atendimento: segunda a sexta-feira,
das 9h as 18h

Predicado © 2013, Todos os direitos reservados.  | Política de Privacidade | Direitos Autorais | Fale Conosco