Facebook RSS Twitter
Seja bem-vindo! Hoje é Terça-feira, 13 de Novembro de 2018.
RELEASES

ABEAD faz alerta no Dia Internacional de Combate às Drogas

Pesquisa do LENAD II aponta maior consumo de cocaína e álcool no país
 
Em 1987, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu 26 de junho como o Dia Internacional de Combate às Drogas. Prestigiando  a data, ressaltamos achados recentemente divulgados da segunda edição do   LENAD – Levantamento Nacional de Álcool e Drogas. O LENAD apontou 1,4 milhão de usuários de cocaína somente na região Sudeste do Brasil, o que corresponde a 46% dos dependentes (será dos dependentes ou dos usuários? Nem todo usuário é dependente) no país.
 
Ainda de acordo com a análise, os números para o consumo de álcool também são alarmantes. A comparação de dados de 2006 com os de 2012, mostra que houve um aumento de 20% nas pessoas que bebem ao menos uma vez por semana, sendo que, entre as mulheres nesse mesmo período, o índice cresceu em 34,5%, passando de 29% (2006) para 39% (2012).
 
Para Joaquim Melo, presidente da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD), a data é importante para a população discutir e refletir sobre o tema. “O tabagismo e o alcoolismo, por exemplo, são problemas crônicos no país. Além disso, as drogas estão presentes em diversas classes sociais e fazem parte do cotidiano de qualquer família”, ressalta.
 
Segundo Melo, nos últimos anos, o perfil do usuário de drogas vem se modificando. A prevalência de uso e dependência no sexo feminino tem crescido. Da mesma forma, pesquisas mostram que os jovens começam a utilizar essas substâncias cada vez mais cedo, o que é especialmente danoso. “Sabemos que a experiência precoce potencializa as chances de o usuário desenvolver dependência e traz danos significativamente maiores à saúde geral desses indivíduos exatamente por serem jovens”, comenta.
 
De acordo com Carlos Salgado, psiquiatra e Coordenador do Conselho Consultivo da ABEAD, o acompanhamento clínico e o apoio da família têm extrema importância para a recuperação do usuário. “A organização do tratamento deve ser personalizada e depende das peculiaridades de cada indivíduo, do tempo de uso e do tipo de droga consumida”, explica.

Pense antes do BOM DIA GRUPO
Filosofando sobre a conduta no "Whats"   [...]
Jornalista da Predicado colabora em reportagem da revista Gestão & Negócios
A jornalista Carolina Fagnani, diretora executiva da Predicado Comunicação Empresarial foi conv [...]

55 11 4930-2006
predicado@predicadobrasil.com.br

Avenida Imperatriz Leopoldina, 263
Sala 14 - Nova Petrópolis
CEP 09770-271
S. Bernardo do Campo – SP

Atendimento: segunda a sexta-feira,
das 9h as 18h

Predicado © 2013, Todos os direitos reservados.  | Política de Privacidade | Direitos Autorais | Fale Conosco