Facebook RSS Twitter
Seja bem-vindo! Hoje é Quarta-feira, 26 de 09 de 2018.
RELEASES

Condomínios de São Paulo se mobilizam em prol do Instituto do Câncer

Aabic cria projeto para ajudar a instituição por meio de doação de notas fiscais 
 
A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic) lançará em 13 de novembro um projeto de recolhimento de cupons fiscais e doar o montante arrecadado para uma instituição filantrópica. O estado São Paulo têm 57.221 condomínios registrados e legalizados, só na região metropolitana são 30.951 e na capital 24.360. Cerca de 50% dos prédios da capital contam com a prestação de serviços de administração de condomínios realizada pelas associadas da Aabic.
 
A entidade beneficiada será o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, que atende cerca de mais de 11 mil casos de câncer por ano.  O programa de Responsabilidade Social da AABIC tem o objetivo de promover a captação organizada de recursos para a instituição, possibilitando assim um impacto mais significativo em assistência social para a comunidade paulista. 
 
Na ocasião, o diretor da entidade, Dr. Pascoal Marracini, apresentará a entidade aos associados da Aabic. “Participar de ações sociais é um ato de cidadania e solidariedade ao próximo. Com este programa queremos estimular o engajamento dos nossos associados em campanhas sociais e mostrar a importância de como um simples ato pode trazer grandes benefícios à sociedade”, explica o presidente da Aabic, Rubens Carmo Elias Filho.
 
Desde 2007, o Governo do Estado de São Paulo lançou o projeto ‘Nota Fiscal Paulista’, no qual o comprador de determinada mercadoria pode solicitar a inserção do CPF ou CNPJ na nota e o programa devolve ao consumidor 20% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) recolhido pelo estabelecimento. 
 
Além de beneficiar o consumidor, o programa também permite que o cidadão doe seus créditos adquiridos com a compra para instituições filantrópicas, com a chamada ‘notas ao portador’. Neste caso, a pessoa não deve solicitar a inserção de seu CPF ou CNPJ da empresa, mas somente exigir o cupom fiscal e assim pode doá-lo em postos de coleta, as instituições recebem 30% do valor recolhido. O recebimento é permitido somente para entidades cadastradas na Secretaria da Fazenda e na Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social.
 
As administradoras irão receber uma proposta de adesão ao programa, com informações sobre a sistemática do recolhimento dos cupons, sobre a divulgação interna para os condôminos e sobre a prestação de contas periódicas. “Ao aderirem ao programa, as administradoras receberão uma urna de papelão, na qual serão depositados os cupons fiscais”, explica o presidente da Aabic.
 
Os critérios avaliados para a escolha do Instituto do Câncer foram, além das questões legais necessárias, a credibilidade do Instituto junto à população, as principais necessidades de investimento e a capacidade de gerenciar a logística de recolhimento da arrecadação nas administradoras participantes do projeto. 

Pense antes do BOM DIA GRUPO
Filosofando sobre a conduta no "Whats"   [...]
Jornalista da Predicado colabora em reportagem da revista Gestão & Negócios
A jornalista Carolina Fagnani, diretora executiva da Predicado Comunicação Empresarial foi conv [...]

55 11 4930-2006
predicado@predicadobrasil.com.br

Avenida Imperatriz Leopoldina, 263
Sala 14 - Nova Petrópolis
CEP 09770-271
S. Bernardo do Campo – SP

Atendimento: segunda a sexta-feira,
das 9h as 18h

Predicado © 2013, Todos os direitos reservados.  | Política de Privacidade | Direitos Autorais | Fale Conosco